Câncer de próstata em 2016


ESTIMATIVA ANUAL DE NOVOS CASOS

Da acordo com a publicação anual da American Cancer Society (ACS), estima-se que 180,890 novos casos de câncer de próstata ocorrerão nos EUA durante este ano de 2016.

O câncer de próstata é o mais frequente em homens, além de câncer de pele.

Por razões que ainda estando sendo estudadas, o risco de câncer de próstata é 70% maior em negros do que em brancos não-hispânicos.

O INCA (Instituto Nacional do câncer - Ministério da Saúde) estimava 70 mil casos em 2014.

INCIDÊNCIA

Nos anos 1990, as taxas de incidência de câncer de próstata cresceu em grande parte por causa do rastreamento generalizado com o exame de sangue chamado antígeno prostático específico (PSA).

Anos últimos anos, mais precisamente de 2003 a 2012, as taxas diminuíram em 4,0% ao ano (Dados da ACS).

No Brasil, a incidência continua a crescer. E o Sul do Brasil apresenta a maior incidência relatada segundo o INCA, (acima de 90 casos para 100.000 habitantes)

MORTALIDADE

Mortes: Com uma estimativa de 26,120 mortes em 2016, este é a segunda principal causa de morte por câncer em homens, sendo o câncer de pulmão o câncer que mais mata homens e mulheres.

FELIZMENTE, As tendências de mortalidade: as taxas de morte por câncer de próstata estão declinando desde o início dos anos 1990.

Estas quedas são devido a melhorias na detecção e tratamento precoce.

O CÂNCER DE PRÓSTATA TEM SINTOMAS?

Não. Pois nas fase iniciais, o câncer ainda é pequeno para causar alguma sintoma urinário. Da mesma forma que a PRESSÃO ALTA é uma doença silenciosa no início e, depois, aumenta o risco de morte cardio-vascular.

Os sintomas do trato urinário inferior (próstata e bexiga) geralmente, são causados pelo aumento benigno da próstata e dos efeitos do envelhecimento na bexiga.

Portanto, NÃO É RECOMENDO TER SINTOMAS PARA PROCURAR UMA AVALIAÇÃO UROLÓGICA PARA DIAGNÓSTICO PRECOCE

Estados mais avançados da doença podem resultar em dificuldade para iniciar ou parar o fluxo de urina; a necessidade de urinar com frequência, especialmente à noite; sangue na urina; ou dor ou ardor ao urinar.

O câncer de próstata avançado pode se espalhar (dar metástases) para os ossos, o que pode causar dor.

FATORES DE RISCO

A idade, ascendência africana, uma história familiar da doença, e certas condições genéticas herdadas.

No caribe e nos EUA, os homens negros têm maiores taxas de incidência de câncer de próstata do mundo.

A síndrome genética de Lynch e mutações nos gene BRCA1 e BRCA2 comumente, envolvidos no câncer de mama das mulheres podem evoluir com maior risco.

No CEPON em Florianópolis - Brasil, os pacientes negros também apresentam a doença em fases mais avançadas.

Obesidade e tabagismo não aumentam o risco geral. Porém, os homens obesos e fumantes apresentam doença mais agressiva e maiores complicações, sequelas.