© 2015 Flavio Lobo Heldwein. Criado com Wix.com

SIGA-NOS:

  • LinkedIn App Ícone
  • Twitter App Ícone
  • Facebook Social Icon

Congresso Europeu de Urologia 2018: atualização Ressonância/laser

March 19, 2018

Hoje terminou o Congresso da Associação Européia de Urologia (EAU Congress) em Copenhaguen - Dinamarca. Um congresso que reune mais de 14 mil urologistas, e que consolidou o uso de novas tecnologias e definiu melhores condutas frente a temas comuns enfrentados pelos pacientes e seus urologistas.

 

 

 

 

 

Por exemplo, dados de novas pesquisas (PRECISION study) tem reforçado a indicação de solicitar uma ressonância de próstata com classificação de risco (PIRADS) antes de se indicar uma biópsia de próstata baseada apenas no exame do PSA elevado. Adotando o uso da ressonância, os autores britânicos conseguiram reduzir a necessidade de submeter homens a biópsia invasiva, além de direcionar as biópsias para as áreas suspeitas melhorando as taxas de detecção de tumores significantes e não de forma aleatória como até então era recomendado.

 

Os tão aguardados resultados da PRECISION também implicam que as abordagens tradicionais que incluem 10-12 biópsias podem ser evitadas para minimizar as complicações de risco para a saúde de muitos homens com suspeita de câncer de próstata. Os médicos são cautelosos com as biópsias da próstata devido ao risco de infecções e outras complicações, mas sem biópsias, a detecção de tumores prostáticos agressivos é difícil.

 

Desde 2012, após a apresentação e discussão de resultados promissores durante um evento no Institut Montsouris - Paris (hospital vinculado a Universitè de Paris e onde o Dr Flávio fez sua pós-graduação), a nossa equipe tem adotado o uso da ressonância na avaliação do câncer de próstata com resultados semelhantes. O uso de exame de imagem tem evoluído, rapidamente, neste cenário, trazendo benefício individualizado para nossos pacientes com suspeita de câncer de próstata ou no correto diagnóstico. O Pet-scan com PMSA e outros marcadores de tumor tem descoberto lesões metastáticas com mais precisão, porém, seu uso rotineiro ainda não traduziu numa queda de mortalidade.

 

 

 

Outro assunto, cada vez mais consolidado na urologia moderna, são as técnicas minimamente invasivas para tratamento dos cálculos renais, urinários e para o tratamento da desobstrução da próstata.

 

 

A cirurgia percutânea do rim, tem evoluído e tido ainda menos complicações quando adotados a mini percutânea (com aparelhos menores do que 1 cm) que, com auxilio do laser, tem unido eficácia e rápida recuperação.

 

O uso do laser e a enucleação da próstata, respeitando a anatomia da próstata, tem se consolidado no tratamento das próstata maiores do que 80 gramas.

 

 

 

Please reload

Featured Posts

TERAPIA DE REPOSIÇÃO DE TESTOSTERONA (TRT)

November 16, 2015

1/2
Please reload

Recent Posts

December 29, 2017