© 2015 Flavio Lobo Heldwein. Criado com Wix.com

SIGA-NOS:

  • LinkedIn App Ícone
  • Twitter App Ícone
  • Facebook Social Icon

Áreas da Urologia Geral

As doenças urológicas são associadas ao envelhecimento e a nossa população tem aumentado a expectativa de vida. Os homens ainda vivem, em média, 7,6 anos a menos que as mulheres. São 4 milhões de mulheres a mais que homens aqui no Brasil.

São mulheres que perdem seus parceiros precocemente. Perdas que poderiam ser evitadas se os homens se cuidassem melhor.

 
Cirurgias minimamente invasiva

 

A urologia foi pioneira em procedimentos pouco invasivos. Há relatos de uso de cânula que permitiam o exame endoscópico da bexiga desde a antiguidade.

Há poucas décadas, aprendíamos nas cadeiras de medicina, a máxima: "grandes cirurgiões, grandes incisões."

A urologia abraçou a laparoscopia e, atualmente é a especialidade que mais utiliza tecnologias como os sistemas robóticos para assistir cirurgias laparoscópicas.

A endourologia (diagnóstico e tratamentos endoscópicos através de câmeras no sistema urinário, semlhante as endoscopias digestivos, porém com equipamentos muito mais delicadas e de menor calibre), permite a visualização e o tratamento de diversas doenças urológicas, de forma pouca invasiva, resultando em rápida recuperação.

 

Atualmente, diversas cirurgias de alta complexidade são realizadas por via laparoscópica (pequenos orifícios que permitem a introdução de instrumentos cirúrgicos sem a necessidade de incisões maiores). 

Urologistas experientes em laparoscopia, transformaram esta via de acesso como padrão-ouro, ou seja, a primeira opção para a realização de diversas cirurgias, sejam elas: renais, na bexiga ou próstata.

Disfunções sexuais masculinas

Provavelmente, o principal ”inimigo” do pênis é o seu próprio dono, que de uma forma ou de outra é o principal responsável por vários problemas. A principal causa de impotência abaixo dos 40 anos, por exemplo, é psicológica. 

Depois desta idade, o homem ainda é mais responsável pela falta de saúde do seu pênis pois o sedentarismo, a uma alimentação rica em gordura, o diabetes, pressão alta e o fumo são causas relacionadas a impotência orgânica.

 

DOENçA DE PEYRONIE - curvatura peniana adquirida.

 

Principalmente, nesta época da vida, após os 40, cerca de 9% dos homens refere que o pênis começa a entortar, é a chamada Doença de Peyronie.


 

Câlculos renais (urolitíase)

 

Os câlculos urinários, também conhecidos como pedras nos rins, são as principais causas da temida cólica renal ou reno-ureteral.

 

CAUSAS

A doença tem várias etiologias, isto é, vários motivos favorecem o desenvolvimento de câlculos na urina. A causa mais importante é a pouca ingesta de água. Seguida da deficiência de citrato urinário, infecções renais, cirurgias para obesidade, entre outros.

 

 

SINTOMAS

O sintoma mais temido acontece na passagem dos câlculos renais pelo canal que liga os rins a bexiga, e é a dor, a cólica renal. Entretanto, os câlculos também pode favorecer infecções urinárias e sangramentos na urina.

 

Problemas prostáticos

 

A PRÓSTATA

A próstata é um órgão do sistema reprodutor masculino. Fica localizado logo abaixo da bexiga do homem, sendo responsável por parte da produção do ejaculado durante o ato sexual. A próstata fica circundada de órgãos importantes, tais como: bexiga, intestino, esfincter urinário (conjunto de músculos que permitem a continência urinária e pelos feixes nervosos que promovem a ereção.

 

 

HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA

O aumento benigno da próstata está relacionado ao envelhecimento masculino. Geralmente, após os 50 anos, ela causa obstrução infra-vesical, isto é, causa uma obstrução logo abaixo da bexiga, dificultando a micção e enfraquecendo o jato urinário.

 

Saúde do Homem

Esperamos que seja um espaço para uma discussão amigável onde você possa encontrar dicas úteis para uma vida mais saudável. Vamos abordar as mudanças orgânicas que acontecem com o envelhecimento, na adolescência, aspectos relacionados com a sexualidade, o pênis, a próstata, os hormônios masculinos… 

 

Para a grande maioria dos homens, uma ida ao consultório médico só é necessária quando algo está errado. Além disso, muito raramente essa decisão é de iniciativa do próprio homem. Portanto, familiares, amigos e companheiras… Todos vocês também são encorajados a se informarem e fazerem a diferença para seus amigos, esposos, pais, namorados.

 

Se a decisão de ir ao médico ou de se informar a respeito da sua saúde não lhe parece ser prioridade neste momento, com a desculpa de que lhe falta tempo ou qualquer outra que seja, na realidade, sinceramente, não importa muito não é mesmo, por uma simples razão… Ninguém deveria se preocupar com sua saúde mais do que você mesmo.

Qualidade de vida

O termo “qualidade de vida” (QoL) é freqüentemente utilizado para justificar decisões pessoais e profissionais, mas qual o seu real significado? Nesse artigo são revisados aspectos históricos da qualidade de vida relacionada à saúde (HR-QoL) e discutidas questões relacionadas a saúde urológica, enfatizando como mesmo condições “benignas” podem ter um efeito negativo significativo na qualidade de vida.

 

Atualmente o estudo da QoL representa um modelo conceitual que permite o desenvolvimento e validação de medidas sensíveis de desfechos dos pacientes, incorporando status funcional e percepção do estado de saúde. Dessa maneira a QoL tornou-se um desfecho tão importante quanto sobrevida e efetividade.